Vamos construir um mosaico?

"Triunfo indiano de Baco", painel integrado no Mosaico das Musas - Torre de Palma - Século IV d.C.

O mosaico, termo com origem na palavra mouseîn que em grego significa próprio das musas, é uma técnica decorativa que consiste na aplicação, sobre áreas planas, de tesselas – pequenos cubos talhados a partir de vários tipos de materiais, tais como pedra, vidro, cerâmica, conchas ou metais nobres como o ouro e a prata – de forma a formarem o desenho pretendido, um pouco como se fosse um puzzle.

Para se obterem estes pequenos cubos coloridos o material utilizado era cortado em finas placas. No caso do vidro este era vertido em estado líquido sobre uma superfície lisa a fim de se obter o mesmo efeito. Posteriormente a pedra ou o vidro eram seccionadas em tiras e de seguida em cubos. A aplicação obrigava a uma cuidadosa preparação da superfície onde se pretendia aplicar o mosaico. As tesselas eram depois aplicadas sobre uma mistura de cal e pó.

O custo de produção do mosaico variava consoante o tipo de material aplicado, o tamanho das tesselas e o seu número por cm2, sendo tanto maior quanto menor fosse o tamanho das tesselas e maior o número de peças aplicado.

Esta arte, oriunda da Mesopotâmia, foi amplamente utilizado pelos romanos, não só como elemento arquitectónico usado para cobrir pisos, murais, fontes ou piscinas, mas também como elemento artistico ou decorativo dos espaços. Existem vários tipos de mosaico – Opus tesselatum – que variam consoante o tamanho das tesselas, o tipo de desenho representado e o local de aplicação:

Opus vermiculatum – utilizava peças muito pequenas o que resultava em desenhos de grande detalhe;

Upus musivum – mosaicos aplicados em murais;

Opus sectile – mosaico feito com tesselas de maiores dimensões e de tamanhos diferentes, podendo ser também conjugadas com a aplicação de placas em mármore;

Opus signinum – pavimento obtido através do refugo de tesselas e cerâmica misturada com cal. A alta resistência e durabilidade deste material possibilitavam a sua utilização como pavimento ou como revestimento de piscinas, tanques de salga, etc.

No final do império deu-se uma maior difusão dos mosaicos parietais em pasta vítrea que se adaptavam melhor às superfícies das piscinas, sendo mais resistentes à humidade.

A nível temático as representações criadas em mosaico contemplam desde motivos geométricos como cruzes, suásticas ou gregas; motivos florais, como as folhas de acanto; motivos marítimos, como golfinhos ou peixes; cenas mitológicas como o relato da episódios da vida dos deuses ou heróis ou simples cenas do quotidiano, como representações de cães à entrada da porta ou cenas do dia-a-dia.

Lápis & Pincéis

Esta semana sugerimos que tentes recriar um mosaico romano com cartolina e papeis coloridos.

Imprime as folhas com as fotografias dos mosaicos romanos e escolhe entre o cavalo ou o peixe.

Cola o mosaico seleccionado numa cartolina e deixa secar. Entretanto, escolhe de entre os teus papéis – lustro, manteiga, pardo, ou papel cavalinho pintado por ti com lapis de cera – aqueles que têm as cores que queres usar para fazer o teu mosaico.

Com a ajuda de um adulto vai cortando pequenos quadrados dos papéis coloridos, de forma a criares as “pequenas tesselas” e depois cola-as sobre os quadradinhos da fotografia. Usa pouca cola e trabalha de dentro para fora, para não sujares o teu trabalho.

Material Necessário – cartolina, 1 tesoura, 1 adulto, cola de papel, papeis variados, papel cavalinho e lápis de cera para criares as cores que te faltarem.

Também podes descarregar esta actividade aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s