Este mês no Arte em toda a parte: Michelangelo

Michelangelo Buonarroti, ou simplesmente Michelangelo foi um dos mais geniais artistas da história da Humanidade. Arquitecto, pintor, escultor e poeta, trabalhou durante mais de 70 anos entre Florença, na corte dos poderosos Medici, e Roma, na corte papal.

Nasceu em Caprese em 1475, e embora a sua família tivesse prestígio, não era abastada. O pai mandou-o estudar para que se tornasse um homem de letras, mas Michelangelo evidenciou um talento acima da média para as artes e assim começou a estudar no atelier de Ghirlandaio, um dos mais reputados mestres de pintura de Florença. Desde cedo, Michelangelo destacou-se pela perfeição e genialidade dos seus trabalhos, desafiando e ridicularizando outros artistas da época; é conhecida a sua constante disputa com Leonardo da Vinci, 20 anos mais velho. Morreu em 1564, já idoso, tendo sido homenageado pela população de Florença como “pai e mestre em todas as artes”. Ainda em vida foi chamado Il Divino numa demonstração de respeito dos seus contemporâneos, que o consideravam já o maior de entre os grandes.

Entre as suas obras primas estão a Pietá, símbolo da perfeição renascentista, executada quando o artista tinha apenas 23 anos, a estátua de David, que retrata o pastor enquanto se prepara para defrontar o gigante Golias e que viria a ser considerada a imagem do corpo humano perfeito, o túmulo do Papa Júlio II e os túmulos de Lorenzo e Giuliano di Medici, a Biblioteca Laurentina – um dos mais significativos edifícios maneiristas, de onde se destacam as escadas helicoidais –  e a sua obra máxima como arquitecto, a Praça e a Basílica de São Pedro, a emblemática sede papal, inovadora em termos de linguagem, estrutura e escala e já descrita como “o símbolo sublime da beleza”.

Em 1505, Buonarroti é convidado pelo novo Papa Júlio II a ir a Roma para esculpir o túmulo papal. No entanto, em 1508 o Papa atribui-lhe um novo trabalho: pintar o tecto da Capela Sistina, no Vaticano, com a representação dos doze apóstolos. No início, Michelangelo recusou, uma vez que se considerava um escultor, mas acabaria por aceitar a tarefa, na condição de pintar um programa muito mais ambicioso, e segundo contam os seus biógrafos, como “melhor lhe aprovesse”. Desta persistência resultou uma das mais magníficas obras de arte de todos os tempos.

Pintadas a fresco, mais de 300 figuras decoram o tecto da capela papal como uma única composição, num imaginário que recria cenas do Antigo Testamento que relatam a Criação do Mundo e a história de Noé, intercaladas com as imagens de Profetas e das Síbilas, dos Antepassados de Cristo e 20 Ignudi (ou homens nus) pintados como figuras de suporte. No topo da capela, o conjunto é rematado pela terrífica cena do Juízo Final, onde Cristo preside de forma implacável ao juízo dos pecadores. Durante os 4 anos em que pintou a Capela Sistina, Michelangelo ganhou em Roma a reputação de artista difícil, que não gostava de trabalhar em conjunto e não tolerava aprendizes, de humor irrascível e intransigente, um pintor genial que resguardava o seu trabalho de forma doentia não o mostrando a ninguém senão ao Papa – dizia o próprio Júlio II que não se conseguia “fazer nada dele”. Il Divino viria a descrever o trabalho como “tortuoso”, dizendo ao terminar a obra, e apesar de ter apenas 37 anos, que “os amigos não reconhecem o velho em que me tornei”.

A obra escolhida este mês para receber os visitantes do Arte em toda a parte é o fresco da Criação do Sol e da Lua. Numa composição imponente Michelangelo mostra-nos um Deus enérgico e poderoso rodeado de anjos que, ao quarto dia, cria de modo firme e determinante o Sol e a Terra, pintado em cores quentes e com uma ideia de movimento tão intensa que quase nos faz sentir a força do vento.

Para uma visita virtual ao magnífico espaço da Capela Sistina, clique aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s