Arte num clique: o Museu Gulbenkian

Museu Gulbenkian

Fundado em 1969, na cidade de Lisboa, o Museu Calouste Gulbenkian alberga uma colecção de cerca de seil mil peças de arte antiga e moderna, que integravam a vasta colecção do seu mentor, Calouste Sarkis Gulbenkian. De origem arménia, o empresário e coleccionador fixou residência em Portugal no início da 2.ª Guerra Mundial, em 1942, aqui permanecendo até à sua morte em 1955.

A magnífica colecção de arte que reuniu ao longo da vida, e que inicialmente estava sedeada em Paris, esteve parcialmente exposta em Londres, na National Gallery, sendo depois enviada para a National Gallery of Art, em Washington. Mas Gulbenkian queria que a sua colecção ficasse num “Instituto Gulbenkian” para que se reunisse num único espaço, tendo pensado tanto no museu londrino como no norte-americano. À data da sua morte a questão estava ainda num impasse, e foi o seu executor testamentário que acabaria por decidir que a colecção viria para Portugal, em 1960.

No ano de 1969 foi inaugurado o magnífico espaço da Fundação Calouste Gulbenkian, que alberga um moderno e sóbrio edifício, de grande unidade funcional, projectado por Ruy Jervis d’ Athougia, Pedro Cid e Alberto Pessoa, envolvido por um imponente jardim desenhado por Gonçalo Ribeiro Telles e António Viana Barreto que se tornou um dos refúgios emblemáticos da cidade. Este espaço foi classificado como Monumento Nacional em 2010.

Actualmente todos os museus têm online sites bastante completos e interactivos, e o Museu Gulbenkian não é excepção. Hoje sugerimos que faça uma visita à colecção Gulbenkian através de uma perspectiva virtual, podendo assim ver de novo obras que já conhece, ou contactar com elas pela primeira vez.

A colecção do museu inclui diversos núcleos, nomeadamente de arte egípcia e greco-romana, arte do Médio Oriente (Mesospotâmia, Arménia), arte do Extremo Oriente, uma colecção de livros antigos, pintura europeia e norte-americana, escultura, jóias de René Lalique.

No site pode explorar o espaço do museu e algumas das suas peças emblemáticas, Navegar no Antigo Egipto, conhecer e aprender algo sobre as pinturas mais “famosas” da colecção, inspirar-se nas peças de arte que decoravam palácios de reis e príncipes há séculos atrás, ou descobrir as actividades que o museu tem para oferecer a crianças e adultos.

Algumas obras emblemáticas do Museu Gulbenkian (para ampliar, clique na imagem)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s